Australian-Catle-Dog

Australian Cattle Dog

pastor-australiano

Australian Shepherd

bearded-collie

Bearded Collie

Border-Collie

Border Collie

bouvier-de-flandres

Bouvier de Flandres

Briard

Briard

Collie

Collie

Cuvac

Cuvac

Komondor

Komondor

Kuvasz

Kuvasz

Maremmano

Mameremmano

Old-English-Sheep-Dog

Old English Sheepdog

Pastor-Alemão

Pastor Alemão

pastor-belga-groenendael

Pastor Belga Groenendael

pastor-belga-laekenois

Pastor Belga Laekenois

pastor-belga-malinois

Pastor Belga Malinois

pastor-belga-tervueren

Pastor Belga Tervuren

pastor-bergamasco

Pastor Bergamasco

pastor-branco-suico

Pastor Branco Suíço

pastor-de-shetland

Pastor de Shetland

pastor-de-tatra

Pastor de Tatra

puli-dog

Puli

pumi

Pumi

Schipperke

Schipperke

welsh-corgi-pembroke

Welsh Corgi Pembroke

Animais como ovelhas, bois e vacas, desde a antiguidade são muito utilizados como fontes de alimento e para fins comerciais, como por exemplo, a produção de tecido através da lã. Muitas pessoas então começaram a desenvolver trabalhos com esses animais. No entanto, pode-se imaginar que levar um gado inteiro para se alimentar e ficar de olho em cada animal não devia ser uma tarefa fácil. Foi ai que algumas pessoas começaram a perceber que poderiam utilizar os cães para auxiliar na condução e proteção das ovelhas ou dos bois.
Os cães pastores começaram a desempenhar um papel incrível na administração e cuidado do rebanho. Alguns fazendeiros e pessoas com um pouco de esperteza cruzaram cães de algumas raças para obter um melhor resultado quando se tratava do pastoreio ou boiadeiro. Os cachorros deveriam ter pelos longos e grossos, para aguentar qualquer tipo de temperatura; deveriam ter pelos claros para que o dono conseguisse reconhece-los facilmente no meio da boiada; e deveriam ser velozes e resistentes para que conseguissem acompanhar o rebanho. Com isso foram surgindo alguns cruzamentos que ficaram famosos por serem excelentes cães pastores.
Algumas teorias dizem que os primeiros representantes de cães de pastoreio e boiadeiro surgiram na Ásia e migraram para os outros continentes através de comerciantes fenícios que utilizavam esses cachorros como moeda para trocar por outros produtos.
A FCI ou Federação de Cinofilia Internacional fez um estudo aprofundado sobre os cães pastores existentes e reconheceu alguns deles como sendo raças verídicas. Esses foram agrupados no grupo internacional das Raças de Cães Pastores e Boiadeiros, ou grupo 1.